O marketing digital é um grande aliado para os advogados divulgarem os seus serviços e expandirem o alcance junto ao público. Além disso, possibilita ter uma vantagem competitiva em relação à concorrência.

O segredo para isso é criar uma estratégia para o escritório, visando assim conseguir atingir os resultados desejados. Nessa jornada, é fundamental evitar alguns erros de marketing digital que podem comprometer o processo como um todo. Por esse motivo, listamos 6 erros para que você evitar e poder usufruir de todas as vantagens que o marketing digital apresenta.

mesa-escritorio-trabalho

1. Não ter site

O site é mais do que um cartão de visitas, ele é um recurso necessário para uma boa estratégia de marketing digital. Por meio dele, é possível mostrar para as pessoas quem é você e reunir outras informações importantes.

Quem não tem um site acaba ficando muito para atrás na disputa pela atenção do público, além de não ser visto com os mesmos olhos, pois ter uma página passa transparência e profissionalismo.

2. Não usar um design responsivo

Mais do que ter um site, é muito importante que ele esteja alinhado com as tendências atuais. Hoje em dia, grande parte dos acessos são feitos via dispositivos móveis, o que mostra que é extremamente necessário contar com ferramentas que facilitem a vida do usuário nesse sentido.

Para resolver essa questão, é necessário usar um design responsivo em seu site. Por meio dele, os visitantes poderão navegar com a mesma qualidade da versão desktop e ter uma experiência melhor, o que certamente vai refletir nos resultados do escritório.

3. Não definir uma persona

Dentro do marketing digital, uma das práticas mais importantes é a segmentação do público. Dessa maneira, evita-se atirar para todo lado e cria-se um direcionamento mais adequado com a sua proposta.

Então é fundamental definir uma persona e focar nela para criar a sua estratégia de divulgação. Ao falar com quem realmente tem chances de se interessar pelo seu negócio se economiza tempo e dinheiro, além de aumentar a conversão.

4. Não se preocupar com a qualidade do conteúdo

A internet mudou a forma de acessar as informações. Considerando isso, o público se tornou muito exigente em relação à qualidade que essas informações apresentam.

Quem não produzir bons conteúdos, naturalmente vai ser deixado de lado, haja vista que as pessoas procuram materiais em vídeo ou texto feitos por aqueles que usam a sua expertise para gerar conhecimento.

5. Não usar SEO

SEO (Search Engine Optimzation) pode ser descrito como um conjunto de técnicas que permitem a otimização de sites e, com isso, aumentam os acessos e melhoram também o ranqueamento no Google.

Sabendo da importância dos mecanismos de busca para encontrar e ser encontrado pelos clientes, não usar SEO pode ser um erro fatal para quem deseja obter grandes resultados com o marketing digital.

trabalhando-latptop-mesa

6. Deixar as redes sociais de lado

As redes sociais são excelentes para interagir com o público. Ao deixá-las de lado o seu escritório perde uma grande oportunidade de criar um relacionamento mais sólido com os clientes.

Elas também são ótimas para quebrar o ar de formalidade existente na relação entre escritório e cliente, ponto que é muito valorizado pelas pessoas.

É preciso mencionar também a importância de integrar as redes sociais do escritório, principalmente no que diz respeito à distribuição de conteúdo de forma homogênea. É claro que uma dessas mídias pode trazer mais resultados, porém, priorizá-la não significa esquecer a outra.

7. Misturar perfis pessoais com fins profissionais

Esse é um dos erros mais cometidos no marketing digital para advogados. A explicação para realizar essa prática é até interessante: utilizar os contatos pessoais para divulgar os serviços. No entanto, a ação acaba sendo um tiro no pé por vários motivos. Veja alguns:

  • mistura entre conteúdos pessoais e profissionais, o que demonstra total falta de profissionalismo;
  • baixo alcance das publicações, afinal, não é uma divulgação feita de forma estratégica e com a devida segmentação;
  • risco de perder potenciais clientes por exposição de opiniões pessoais sobre assuntos variados (em especial, os polêmicos);
  • dificuldade de produzir conteúdo relevante e interagir com o público por meio deles.

Sendo assim, é essencial ter perfis específicos para as atividades do escritório. Mesmo que isso seja mais trabalhoso, acaba trazendo melhores condições para se utilizar o marketing digital com eficiência.

8. Compartilhar conteúdo de terceiros

Compartilhando Conteudo

A originalidade do conteúdo é um fator que conta muitos pontos junto ao público. Sabendo disso, é ideal produzi-lo com base nos interesses dos clientes e evitar compartilhar conteúdo de terceiros.

Caso haja alguma informação interessante de ser compartilhada, é recomendado criar um texto próprio sobre o tema, inserir a informação nele e dar os devidos créditos aos autores.

9. Não ter newsletter

Não ter uma newsletter é bastante prejudicial, pois ela é uma ferramenta capaz de gerar interatividade, fidelizar clientes e também proporcionar uma experiência melhor para todos. Quem não gosta de receber conteúdos interessantes, não é mesmo?

No entanto, além de ter uma newsletter, é preciso que ela seja atraente, desperte a atenção do público e favoreça a geração de novos negócios.

Algumas dicas nesse sentido são: investir em um visual atraente, utilizar a linguagem adequada e definir uma periodicidade de envio.

Com isso, evita-se ser o “chato que manda e-mail toda hora” e passa-se a ser uma autoridade que gera valor por meio dos conteúdos enviados.

10. Investir em tráfego pago sem ter uma estratégia

Sala escritorio

Infelizmente, muitas empresas, incluindo, aqui, escritórios de advocacia, cometem o erro de achar que simplesmente investir mais dinheiro em campanhas pagas trará mais resultados.

Contar com um bom montante para investir em campanhas é sempre bom, mas o que faz a diferença nos resultados é o uso inteligente desses valores. Não estruturar uma campanha é jogar boa parte do dinheiro no lixo, afinal, os resultados não virão ou serão muito abaixo do esperado.

Para ter uma campanha bem estruturada, é importante estudar o comportamento do seu cliente, a relevância das palavras-chave, os melhores canais de divulgação e ter propósitos bem definidos.

Esse processo exige tempo, dedicação e conhecimento, sendo bastante recomendado contar com uma ajuda especializada para realizar essa ação. Deixar o marketing na mão de especialistas ajuda a ter mais tempo para se dedicar ao atendimento dos clientes. E lembre-se: é preciso estar preparado operacionalmente para atender a demanda vinda de uma campanha bem estruturada.

Com essas dicas, você já sabe quais são os 10 principais erros de marketing digital para advogados e como fazer para evitá-los. Aplicá-las na sua estratégia trará um excelente ganho competitivo, então, não deixe de colocá-las em prática.

Você já cometeu alguns desses erros? Deixe o seu relato, pois estamos curiosos para saber mais sobre a sua experiência com o marketing digital!

quero receber conteúdos exclusivosPowered by Rock Convert

Posts Relacionados

Executivo e Empreendedor com 25 anos de experiencia em Soluções para Internet, Marketing Online e Offline.
Fundador da LinkWell em 1992
Fundador do primeiro guia de Buscas do Brasil – GuiaWEB em 1995
Fundador da Media Virtual, empresa dedicada a comercializar anuncios na internet em 1997
Fundador da primeira Franquia de Soluções para Internet em 2006.
Fundador da Virtualnet, empresa americana especializada em marketing em 2015
Co-Fundador da Doctorscopic, empresa americana especializada na indústria médica em 2016
Fundador da BPO LIST, empresa de gestão de Business Process Outsourcing em 2017

Sandro Herek

Executivo e Empreendedor com 25 anos de experiencia em Soluções para Internet, Marketing Online e Offline. Fundador da LinkWell em 1992 Fundador do primeiro guia de Buscas do Brasil - GuiaWEB em 1995 Fundador da Media Virtual, empresa dedicada a comercializar anuncios na internet em 1997 Fundador da primeira Franquia de Soluções para Internet em 2006. Fundador da Virtualnet, empresa americana especializada em marketing em 2015 Co-Fundador da Doctorscopic, empresa americana especializada na indústria médica em 2016 Fundador da BPO LIST, empresa de gestão de Business Process Outsourcing em 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This